domingo, 3 de janeiro de 2010

NEURÓTICO DE FILA

  A fila era terrível ... Havia doze horas  e os clientes estavam parados exatamente no mesmo lugar. O ambiente era tenso, treze pessoas furaram a fila bem na frente de uma velhinha que reclamou que treze dava azar, foi a deixa para mais quatro passarem a frente da pobre anciã, uma senhora grávida passou mal e foi prontamente transferida para uma fila do Pronto Socorro Municipal. A tensão começava a crescer, naquela infinita fila, uma loira escultural espancou o namorado, um senhor magro de óculos aplaudiu pensando que era comercial de cerveja.
   Dezoito horas depois e a fila continuava aumentando as pessoas começavam a ficar inquietas, algumas falavam até em derrubar o presidente. Um dos seguranças armados começou a ficar visivelmente impaciente e por total falta de preparo para o exercício da profissão acabou tomando uma atitude precipitada, voltando a fumar depois de cinco anos.
   A tensão crescia a um nível  insuportável. Foi quando um senhor gordo e de terno, sacou de um winchester 22 e matou todos os seguranças, os caixas, o gerente e até a moça do cafezinho.
   PUTAQUEPARIU! Agora é que essa fila não anda mesmo! Reclamou inconformado um boy cheio de contas para pagar.
                                  
                                                         Juvêncio Veloso

2 comentários:

Mélker Rúbio disse...

adorei...

to na sua cola tb...

otimo blog...

Armanda disse...

kk karaka! um dia de fúria!kk muito bom adorei!