terça-feira, 2 de março de 2010

O MUNDO ESTÁ PERDENDO A GRAÇA

"Para com isso menino! Não tem mais graça, graça é até os cinco anos só!"
Essa frase foi dita por uma senhora ao seu filho que fazia um malabarismo ao descer do circular.
Segui o resto da viagem remoendo e tentando digerir aquela informação.
Será mesmo cinco anos a data limite para o fim da infância ?!
Alguns indícios parece confirmar a tese da velha senhora; o fim de certas brincadeiras típicas da infância, bolinha de gude, esconde-esconde, jogar bafo,    cabra cega ou seria cobra cega?! como era mesmo essa brincadeira? Jogar bola na rua, seis vira doze acaba! Acabou... Hoje temos as escolinhas de futebol onde as crianças desaprendi a jogar futebol, amarelinha, chicotinho queimado, brincadeiras de roda, rodar pneu, rodar pneu, qual criança hoje atreve se a pagar esse mico?
Hoje as crianças já não trocam mais gibis,t alvez nem leiam... Até a Monica cresceu por questões mercadológicas. Acho. Será isso que decretou o quase fim da infância.
Será que foi imposição de mercado ( ?! ... )
Nem mesmo sei se alguém vai ler essas mal traçadas ou digitadas linhas, talvez seja mais interessante um vídeo no You Tube ou entrar no MSN,talvez não leiam pelo simples fato que eu já passei 42 anos da idade limite para se ter alguma graça. Será mesmo cinco anos a idade limite para ter alguma graça?!
Não sei! Vou pesquisar no Google...

7 comentários:

lucidreira disse...

É, estamos mesmo na época do será, será que fomos criança, será que tivemos infância, será que vivemos aquele mundo no qual vc fala... fico a me imaginar brincando de todas as brincadeiras dita por vc, como era bom! e se a idade mínima para a infância é limitada aos cinco anos, então eu naõ vivi a infância... pois só me lembro mais após essa idade, e até a adolecência ainda se brincava como vc narra.
Temos que rever os padrões de infância mesmo, pois o limite é muito mais, muito mesmo, que cinco anos.
Parabéns.
Estou a seguir-te.

Sávio Damato disse...

Postagem bem interessante. Parabéns!
Aproveito para pedir sua visita ao meu blog: http://ficcaodoreal.blogspot.com/

É de temática bem variado e interessante.Seria de grande satistação tê-lo como nosso seguidor. Add o seu também.

Grande abraço!

Alejandra disse...

veloso, gracias por pasar por mi blog, no hay problema en que elijas un dibujo de ahi y lo postees en tublog, mencionando el origen, gracias por lo que decis!un beso

Urbano disse...

Veloso, obrigado pela visita e comentário no meu blog. Quanto a ter graça como a senhora exclamou... parece que a proibição nunca foi embora... é proibido ousar, é priobido ser criativo, é proibido pensar... vc tem de seguir fórmulas hj em dia... tem de ter "público alvo" , "branding" e sabe-se o que mais...é p´roibido fazer diferente... A gente tinha mesmo é de priobir isso. Grande abraço!

as arteiras disse...

Olá, Veloso!
Obrigada pela visita!
pode me visitar a hora que quiseres. Sempre será bem vindo.
Será.... Quantos será nos aparecem de repente. Hoje em dia já não temos tanta certeza das coisas.
A mídia está fazendo com que as criançãs se tornem adultos muito cedo. Elas estão perdendo a pureza e ingenuidade, não sabem mais ser crianças.
Imitam os adultos em tudo, vivem o mundo deles.
Gostei do teu blog. Adoro charges e quadrinhas.
Me sinto aos 50 anos uma eterna criança. Será porque trabalho com elas diáriamente? Não sei...
Tenha um ótimo domingo!
Bjs!!!
As arteiras

Yone de Carvalho Abelaira disse...

"Nem mesmo sei se alguém vai ler essas mal traçadas ou digitadas linhas". É assim mesmo que me sinto quando escrevo. Hoje, é difícil encontrar alguém disposto a ler um post com mais de cinco linhas. Fico feliz com a sua visita no meu blog. Andei bisbilhotando o seu também. Um grande abraço e parabéns pela sua criatividade. Yone

cantinho she disse...

Oi querido, vim ler o post que vc citou, fiquei curiosa... e amei!
Concordo contigo e hoje a criançada perde o lúdico, tão puro, rápido demais, é uma pena, pois qdo tiver 35 ou 42 anos vai querer voltar e não vai ter mais jeito, enfim...
Bjo, bjo! ;)