sexta-feira, 22 de outubro de 2010

VIDA DE BICHO E' DIFÍCIL?

          Ele estava ali naquela floresta imensa junto aos seus companheiros desde que nasceu!
Morceguinho diferente de todos os outros!
Ele amava. Amava perdidamente uma linda morceguinha que o abandonou por causa de seus ciumes.
Pobre morceguinho, o mundo dele ficou de cabeça para cima! Sofria!
Seus companheiros viviam suas vidas tranquilamente de cabeça para baixo. Eles não se importavam com o amor, só queriam se aventurar, e voarem por toda a floresta.
Morceguinho não suportava mais a ingratidão de seu amor morceguinha. Ele queria tanto lhe dar amor, protege-la de qualquer perigo. mas morceguinha queria liberdade, libertinagem.
Ele queria uma casinha e ela queria ser safadinha da noite com todos os morceguinhos. Morceguinha queria voar e provar o sangue de sua maneira. Isto para ela era tudo de mais importante. Do mesmo modo que as borboletas provam o néctar das flores, o urso se deslumbra com os sabores do mel, morceguinha se satisfazia em buscar o seu sangue!
Ela não aceitava ser tratada como um filhote, e não poderia aceitar que o morceguinho tirasse sua liberdade.
Morceguinho era ciumento por isto.
Queria que ela não voasse com os outros. Ele queria trazer o alimento para ela. Quando via que ela não obedecia, ele brigava, brigava sem fim, quando um dia ela mandou ele desaparecer da vida dela!
Morceguinho revoltado resolveu desaparecer daquele lugar, para esquece-la. Ele não queria mais estar com um amor que não o respeitava.
Deste modo Morceguinho muito triste e cabisbaixo se afastou de todos à procura de uma paz interior!
A floresta era grandiosa, escura e ali ele voava sempre descontrolado pois seus olhos eram sempre coberto de lágrimas.
Quando Morceguinho via os raios de sol ele se escondia em uma das grutas da floresta.
Um certo dia pela manha ele decidiu mudar radicalmente sua vida e voando voando ficou curioso com o que havia fora da floresta. Os raios eram fortes mas ele mesmo assim, queria ultrapassar aquela barreira. Procurou pela floresta a árvore misteriosa.
Era assim que ela se chamava Árvore Misteriosa, pois quem se aproximasse dela e conversasse com ela, teria a solução para qualquer mistério.
E para morceguinho o maior mistério era descobrir como fazer para sair da floresta sem que os raios o fizessem mal.
E assim ela falou:
-- Isto é simples, não tem tanto mistério! Olhe para meus galhos... Esta vendo como eles são tortos e sempre com duas folhinha transparentes e escuras os unindo?
Ele respondeu:
-- Sim! Porque as folhas são transparentes?
-- Morceguinho, isto são óculos escuros para passarinhos e morceguinhos como você!Você poderá usar quando os raios de sol forem fortes. Assim você estará protegido de qualquer perigo
Recolhe o quanto quiser, mas me avise para me preparar quando retirar, pois não quero sentir dor!
Morceguinho não estava mais chorando, não estava cabisbaixo, pois tinha uma aventura pela frente. Recolheu tantos óculos e agradecendo àquela bela árvore ele começou a voar pro mais alto céu!
Quando a noite chegou ele ainda voava, voava, e uma cidade foi o que ele encontrou.
Parou, olhou e escutou um barulho diferente que vinha de um ambiente onde tinha muita gente que dançava com uma musica de ritmo quente!
Se assustou com o que viu e saiu voando novamente!
Tudo era diferente de sua floresta. Morceguinho já estava com saudade dela.
Cansado decidiu repousar em uma árvore que encontrou bem ali perdida naquela selva de pedra.
Se atacou a um galho quando viu uma linda coruja com olhos de mel... Estava solitária e cantava.
Morceguinho se encantou com ela e com a musica. Aquela sim era uma musica bela, pensou... E a corujinha morceguinho queria beijar, queria amar por se apaixonar!
Morceguinho estava carente e quando viu a corujinha na sua frente se aproximou com tanta elegância vestido com seu fraque fazendo impressionar!
A corujinha se espantou! Morceguinho então falou:
-- Não tenha medo! Sou bondoso, carinhoso, amoroso e cuidadoso. Corujinha olhou e seu coração vibrou!
Um canto se fez de um guerreiro a procura de m novo amor! Corujinha se apaixonou!
Nunca mais ficaram sozinhos, parecia que tinha apenas um coraçãozinho. Com todo amor que havia, passado meses nascia o mais novo filhote da floresta que se chamava Morcerujinho.
Todos diziam ser a cara do pai com olhos da mãe! Era um filhote muito querido e protegido por papai e mamãe!
O Amor faz a diferença se tornar igual! Ela fazia tudo que ele queria e ele se tornou um marido e pai guerreiro!
Morceguinho era muito feliz! Muito mesmo!
Seu filhinho Morcerujinho se tornou o princepizinho daquela enorme floresta!
Todos os animais estavam curiosos em ve-lo por saber que atraves da palavra AMOR pode existir coisas na natureza que doado por Deus é capaz de brilhar ou crescer ou sorrir, chorar e até ser diferente e nunca existente nesta terra... Mas que de hoje em diante ele podera criar raizes, surgindo sempre um novo morcerujinho ou quem sabe um ser de uma outra especie!!
Fim!

Autora: Aymée Campos Lucas

Aymée Campos Lucas












Neste meses de aprendiz de blogueiro vivi grandes emoções, reencontrar velhos amigos, fazer novos amigos e poder caminhar pela arte de pessoas maravilhosas e tão generosas e carinhosas com meu trabalho mais  um exemplo desse carinho e generosidade foi dado pela minha amiga Aymee Campos Lucas do Blog  Os InVERsos dEnTROoo De Mim!  que colheu no seu jardim interior este lindo Conto de Fada para Os Morceguinhos. 
Obrigado Aymée eu Aymei! 
Mas esta história não acaba aqui!  Não mesmo, acaba lá na Itália!Fui desafiado a transformar este Conto de Fada em História em Quadrinhos ... Confira o resultado e mais algumas  Tirinhas  dos Morceguinhos feitas nessa parceria da pesada!

VAMBORA LÁ!
Veloso








31 comentários:

Daniel Savio disse...

Uma história de amor é capaz de unir pessoas tão diferentes entre si de uma forma tão solida...

E boa história da tua amiga =P

Fique com Deus, menino Veloso.
Um abraço.

Suziley disse...

O amor é capaz de tudo! Uma bela estória. Depois vou visitar o blog de sua amiga, Veloso. Um grande beijo no seu coração, um bom final de semana, um bom dia :)

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Gostei da metáfora bem humorada, embora, aqui e ali, com alguns sinais de machismo.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 23/10/2010

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Moral da história muito reflexiva. Enquanto a maioria ataca o diferente, estes vivem a felicidade que tanto buscavam.

até mais.

JC

AyméeLucaSs disse...

Veloso,
Mas voce me deu todo o merito! Fiquei surpresa ao ver que para ver os seus maravilhosos desenhos todos terao de vir ao meu blog... Muito honrada com sua atitude!
Muito, mas muito mesmo obrigada!

Estou feliz de ver os comentarios em seu blog... Recebendo elogios que so me da mais vontade de continuar este meu trabalho.

Eu andei tendo ideias novas e... pensei: Ali onde escrevi fim, futuramente poderemos escrever:
Fim??
Esta estoria nao terminou, ela apenas começou!
Como disse estou com ideias que tera até um grande vilao!
Se voce quizer continuar eu irei me empenhar aqui pra construirmos as mais belas estorias de Morceguinho! Capitulo 1, 2 3 4 rsrsrsrs

Eu me sinto feliz e muito orgulhosa por nosso trabalho. Em pensar que a distancia nao influi em nada! O futuro chegou! rsrsrs

C@urosa disse...

Olá meu caro amigo Veloso, que bela e sensível que nos deixa emocionados. A natureza sempre presente, parabéns para a autora e para você, que, sempre com muita sensibilidade para nos mostrar belas e alegres fábulas. Paz e harmonia e uma boa semana.

forte abraço

C@urosa

✿Lady✿ disse...

Olá!
Obrigada pela preciosa visita em meu cantinho.
O amor pode e supera tudo!
Linda e sensível história.
Parabéns para vocês dois.
Beijo da Lady

Isadora disse...

Meu amigo que parceria maravilhosa essa.
Um texto maravilhoso acompanhado de uma imagem tão maravilhosa quanto.
Vou visitá-la.
Um beijo

Mônica disse...

Veloso
Uma história de amor. E eu adoro literatura infantil

com carinho MOnica

Saozita disse...

Estimado Veloso, agradeço a tua visita em meu blogue e desde já também quero deixar registado o apreço por esta linda fábula do Morceguinho. Parabéns à autora e à vossa parceria, julgo que irá sair na continuidade um trabalho de sucesso.

Tem uma boa semana.

Bjs

Sãozita

Irene Moreira disse...

Veloso

´Que conto de fadas maravilhoso e criou vida com suas tirinhas. Acabei de vir no blog da Aymée e fiquei admirada com todo o percurso desde do namoro , a elaboração do Conto de Fadas e a finalização com suas liustrações.
parabéns e estou aqui de pé te aplaudindo.

Quem sabe consigo escrevefr um conto de fadas e te envio para você ilustrar.

Só preciso de tempo e imaginação. Quando o meu lado criança desperta sai da frente que ela não fica quieta.

Beijos e uma linda semana

angela disse...

Maravilhosa a história.
Aymei também.
Vou lá ver seus quadrinhos.
beijos

Milene disse...

Uma linda história de amor improvável, né? Ficou uma combinação bacaninha, essa, morceguinho e corujinha.

Bela parceria, menino!
Esperamos os próximos capítulos.

Beijos.

Beta disse...

Que interessante Veloso! Parabéns!!!

bj

orvalho do ceu disse...

Olá, Veloso
Vc falou de Deus e de amor, é sobre isso mesmo que também venho por aqui:
venho propor-lhe algo no meu post de hoje...
Conto com sua participação amiga.
Excelente semana,cheia de ricas bênçãos!!!
Abraços fraternos

Mônica disse...

Juvencio
Que tenha uma otima semana
com carinho MOnica

Sonia Pallone disse...

Linda fábula, Veloso! cumprimente a autora por mim. Um verdadeiro momento de encanto e reflexão. Bjs.

Eduardo Marculino disse...

Este BLOG esta sempre de parabéns.

abraços.

Ana Lúcia Porto disse...

Primeiramente, adorei lhe encontrar em meu blog para um papinho comigo bater, junto a um café passado na hora.

Veloso, aprecio muito os seus quadrinhos. Saiba que até já os mostrei para a minha mãe, tamanha admiração que possuo por seu talento.

Contudo, não vou colocar um comentário aqui, agora, sobre este seu post e as referidas tirinhas dos morceguinhos. Confesso que voltarei para ler com atenção e tempo, justamente pelo apreço que resguardo.

Beijos,

Tatiana disse...

Oi Veloso! Tudo bem? Espero que sim!
O bom do blog é o resgate das coisas boas e simples da vida... Por isso responder aos desafios nos traz lembranças boas dos cadernos de pergunta e respostas da adolescência.rsrs
Acho que vou aventurar e te enviar uma histórinha... Amo anjos e borboletas, será que daria uma boa história?
Aguardo!
Um abraço carinhoso

Chica disse...

Puxa,que llindo conto esse !Adorei!Que tenhas uma linda semana,abração,tuuuuuudo de bom,chica

danymattar disse...

Olá, obrigada pela visita no blog, que bom gostou, volte sempre... Gostei muito daqui tambem... Bjusss

Pérola disse...

Olá meu grande amigo.
Eu voltei.
Vim te deixar um beijo grande e te dizer que eu amei o conto,eu ri e me emocionei.
Parabéns.
Gosto do seu trabalho,és talentoso meu bom amigo.
Beijo grande.

Deia disse...

Oi Veloso!! QUe encanto sua amiga Aymee e que linda história de aprendizado, sofrimento e superação através do amor ela nos contou!! Muito sensível e envolvente essa floresta encantada!! Um beijo, Deia

Meias de Seda (Suzy) disse...

Mto bacana a parceria. Parabéns aos dois.
Abraços ;)

Mônica disse...

Veloso
Pois eu digo que quando venho aqui dou risada, me emociono com as tirinhas e com as histórias que nos apresenta.
E ainda fico super feliz com suas visitas pois sei que seu tempo é curto.
com carinho MOnica

José María Souza Costa disse...

O seu blog é interessantissimo. Muito bom. Estou lhe convidando a visitar o meu blog, e se possivel seguirmos juntos por eles Estarei esperando lá por voc~e
http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

Jeanne disse...

Mais uma bela parceria. Parabéns.
o texto primosoro, e tua ilustração perfeita!
Beijos

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Veloso,

Como eu disse, voltei.

Li tudinho com muita atenção!! Gostei muito do conto de fadas da Aymée, tanto quanto as ilustrações que você fez para ele. Adorei, achei muita graça de um detalhe: o morceguinho parado na esquina São João com a Ipiranga, pensando: "Alguma coisa acontece no meu coração!"Kkkkk

Vocês dois poderiam mesmo criarem livros infantis... Assim como a Aymée disse que imagina mães contando essa estorinha para os seus filhos, eu também me vi contando para os meus se eu os tivessem...

Beijos Veloso, parabéns!! Pra ela, também...

Nandinha disse...

Os morceguinhos são geniais!!!

Tem mais histórinhas da onde saiu essa? (diz que siiiimmmm!!!)

Um beijo!

Everson Russo disse...

Um belissimo final de semana pra ti amigo,,,abraços.