terça-feira, 4 de janeiro de 2011

A MALDIÇÃO DA CARRANCA

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010
Era uma noite chuvosa de Agosto quando um velho amigo de meu pai chegou. Seu nome era Tibiriça ele era um dos últimos remanescentes de uma tribo do amazonas, magro, alto, falava pausadamente como se tivesse dificuldade para encontrar as palavras certas, roupas surradas e um chapéu preto, parecia nervoso e apressado fumava um incomodo cigarro de palha que tinha que acender com muita frequência.

Contou que tinha chegado de Manaus e passará apenas para rever meu pai e trazer um presente, presente este que retirou de um grande e sujo saco preto que já aguçava a nossa imaginação. Era uma carranca de mais ou menos um metro pintada de vermelho, preto e branco, enormes dentes e orelhas pontiagudas, entregou ao meu pai o estranho presente e suspirou como que aliviado.
Partiu logo depois apressado enfrentando a forte chuva que já ameaçava transformar em um dilúvio, apesar de meu pai insistir para que ficasse.
A carranca ficou no canto da sala como a que nos observar. Naquela noite com exceção de meu pai ninguém conseguiu dormir direito eu e minha irmã mais nova tivemos pesadelos com a carranca e minha mãe falou sobre sobre estranhos barulhos vindo da sala. Etá! Cambada de frouxos! Falou meu pai, rindo de nossos medos, mesmo assim resolveu colocar a carranca provisoriamente no jardim.
Naquela tarde aconteceu algo que abalou ainda mais a todos nós, um pardal pousou sobre a carranca e pouco depois caiu duro uma morte fulminante, meu pai desta vez não riu apenas falou que ia colocar provisoriamente a carranca no fundo do quintal, para meu pai tudo era provisório.
Naquela noite, uma sexta-feira (13 se não me falha a memória de lua cheia, foi que a força sobrenatural da carranca se manifestou ) de forma definitiva e apavorante.
Era quase meia-noite quando a carranca começou a correr atrás de nosso, desesperado, cachorro que latia desesperado, passamos a noite em claro, minha mãe rezava eu e minha irmã chorávamos e meu pai roncava,
Na manhã seguinte minha mãe chamou uma benzedeira que chegou só ao entardecer benzeu a todos nós, benzeu a casa, benzeu o quintal, benzeu o cachorro e lavou a carranca com água benta entoando um estranho canto em latim.
Nossa fé nos deixou mais aliviados, mas naquela noite o sobrenatural tornou a se manifestar, a carranca voltou a perseguir nosso cão, mais uma noite em claro, minha mãe e eu rezávamos minha irmã chorando e meu pai roncando.
Ao amanhecer minha mãe mandou buscar um padre que que chegou ao entardecer, rezou um terço, benzeu a todos nós, benzeu a casa, benzeu o cachorro, benzeu o quintal, enterrou o pardal e lavou a carranca com água benta entoando um estranho canto em latim. Jantou com a gente e decidiu que passaria a noite no quintal para ver se o fenômeno sobrenatural voltaria a acontecer.
Era quase meia-noite quando o padre pegou sua bíblia e um crucifixo e saiu para o quintal pedindo a meu pai que apagasse as luzes e trancasse as portas, pouco depois um ganido e a perseguição começou .
Pouco depois o padre chamou meu pai pedindo que acendesse as luzes e abrisse as portas e explicou o mistério da diabólica carranca.
Meu pai amarrava provisoriamente o cachorro na carranca e a noite ao apagar as luzes, Pingú nosso cão (que não era nenhum exemplo de valentia ) ficava assustado e começava a correr arrastando a carranca pelo quintal , tentando se libertar.
Depois daquela noite, meu pai colocou provisoriamente a carranca na varanda e todos nós envergonhados evitamos comentar a maldição da carranca .

Juvêncio Veloso

Postado por VELOSO às 21:43
A primeira postagem a gente nunca esquece! Assim entrava no ar o meu  Blog no dia  1º de janeiro de 2010...
Entrava de forma precária como entrou a televisão no Brasil que para realizar a primeira transmissão Assis Chateaubriand contrabandeou alguns aparelhos de televisão e contam as lendas que finalizado a primeira transmissão os envolvidos nessa façanha histórica falaram uns para os outros e amanhã o que vamos fazer foi o caso do Baú.
Eram os primeiros passos eu estava a menos de quinze dias com o internet e não sabia nem acessar e visitar outros blogs mas fui aprendendo com alguns toques de meus filhos mas quase estava desistindo pois não recebia nenhuma visita.
Até que decidi envestir numa Agressiva Campanha de Marketing  que consistia em implorar para meus sobrinhos visitarem meus blog!
Apesar de todas a dificuldade e de minhas trapalhadas digitais Janeiro de 2010 foi um mês que postei alguns de meus escritos  ( apesar de todos os erros de um quase analfabeto) que eu gosto muito:

&

Mês que vem a saga do Baú continua... 
Obrigados a todos que estão de plantão comigo nesse ínicio de ano.Veloso

Esta postagem é parte integrante do postagem coletiva do blog: 

    
Não pode ser vendido separadamente
Clic e Confira
 

23 comentários:

Leonel disse...

Valeu Veloso!
Para mim, que peguei seu bonde já andando, é bom ver como começou!
Não tem uma carranca dessas pra gente botar lá no congresso?
Abraços!

Elaine Gaspareto disse...

Veloso, seu blog acabou de completar 1 ano! Que legal!

Olha, coitado do cachorrinho rsrsrs já pensou o terror dele?

Muito obrigada por aderir à blogagem, e muito obrigada pelas visitas epelas palavras gentis.

Começar um blog sem saber nada é dureza, comigo foi igual, eu nem sabia digitar. Mas blogar é uma baita terapia, né?


e eu fico muito feliz quando vejo um homem escrevendo. Tenho poucos leitores homens, mas os que passeiam pelo meu blog são de primeira. Vou deixar 3 sugestões para que você visite, caso ainda não conheça: Alexandre, que mora no Japão e é um dos homens mais cultos que conheço; Ronda que é divertido e uma gentileza ímpar e Lufe, que tem um blog muito bom, além de ser um amigo dos bons.

Feliz 2011, com um Baú cheio de coisas boas.
Beijo

Malu disse...

Gostei !!!

orvalho do ceu disse...

Olá,
Passando pra desejar um abençoado Ano Novo cheio de paz e prosperidade!!!
Abraços com gostinho de início de ano

Elaine Castro. disse...

Oiii,
Escrever é um aprendizado de todos os dias, você começa devagar e depois "toma gosto" e não consegue mais parar, e aí a cada dia vai surgindo uma coisa nova, um acontecimento que você não resiste e tem que comentá-lo, bem e o resto você já sabe...

Beijos.

Lília disse...

Que maravilhosa estréia hem! Eu adorei o texto!

Meus parabéns!!

angela disse...

Muito bom Veloso, Gostei bastante. A gente começa desajeitado mesmo. Parabéns pelo aniversário do blog e pela história da carranca que é muito boa.
Beijos

Irene Moreira disse...

Veloso
Amigo primeiramente desejo um Feliz 2011 de muita Paz e muita Luz.

Adorei seu post e ainda estou aqui morrendo de rir sozinha.

Parabéns pelo aniversário de seu blog e voktarei aqui para ler as outras postagens.

Gostei muito de saber como começou e mesmo que a Internet teve suas dificuldades o importante é a lama de artista que é Nata em você.

Beijos no seu coração

*Mi§§ §impatia* disse...

Muito legal e parabéns pelo niver do blog, beijos.

Mônica disse...

Veloso
Eu adoro vim aqui e só tenho que agradecer.
Eu penssava que voce tinha milhoes de fãs desde o inicio pois já tem talento de sobra.
a história da Carranca ainda me dá arrepios.
Mas todo misterio tem um segredo!
Agradeço suas visitas neste ano de 2010
Com carinho MOnica

Pandora disse...

Veloso você é ótimo sempre, desde o começo!!!! rsrsrs... eu também sempre achei que vc tinha milhares de fãs \o/

orvalho do ceu disse...

OI, Veloso
Passo,com calma,pra desejar-lhe um Novo Ano cheio de paz e prosperidade em todos os sentidos...
Cheguei hoje de viagem...
As minhas férias foram deliciosas... Junto à família tudo é bom!!!
Parabéns pelo níver do seu Blog e pela blogagem retrô!!!
Bjs com gostinho de início de ano

Diva L. disse...

Olá, grande Veloso!
Interessante como nascem os blogueiros. Estou ansiosa por conhecer mais sobre a tua chegada à blogosfera.

Bjo grande, abraço na alma e um 2011 hiper criativo.

Diva L.
//salto15vermelho.blogspot.com

PS: E a Lady Garça, onde causou no réveillon? rs

Elaine Gaspareto disse...

Veloso, lembra quando disse sobre a dificuldade em di números? Não sei se já é passado, mas aqui vai a dica:

Para escrever 1º de janeiro faz assim: digite o 1. Segure a tecla Alt e ao mesmo tempo digite 167. Pronto. Para digitar 1ª no feminino faça a mesma coisa só que digitando 166.
Eu só descobri isso depois de apanhar muito rsrsrs
Beijos, espero que ajude.

Milton Kennedy disse...

Olá amigo Veloso,
tô passando aqui para indicar-lhe o blog de um outro colega virtual, o biólogo Alexandre, que postou uma oportuna matéria sobre o grande artista Nicholas Roerich

http://alexavante.blogspot.com/2011/01/nicholas-roerich.html

Depois quando puder dê uma olhada.

Grande abraço

Franck disse...

Sempre bom passar por aqui e ler sua prosa...
Abçs*

Majoli disse...

Vim desejar um delicioso domingo pra você meu amigo, depois venho te ler com calma, agora tem fila aqui no pc....filhos, filhos...hja...rsrs.
Beijos no ♥

Mari disse...

Veloso,
Sempre que ganho um selinho aproveito a oportunidade para homenagear o seu Baú porque ele é simplesmente de-li-ci-o-so e eu sou muito preguiçosa pra ficar comentando(risos) ainda que você mereça ter cada publicação comentada.
Muito obrigada por cada risadinha e risadona que você me presenteou em 2010 e fico feliz de saber que 2012 segue com a minha leitura fiel do seu blog!
Parabéns por tooodo esse seu talento e obrigada por dividí-lo conosco!
Beijinho da Mari.
ps.: Não deixe de conferir o seu selinho no meu Papel, okay?!

Mari Amorim disse...

Parabéns,Veloso!
Um beijão no coração,espero continuar me divertindo muito com o alto astral de seu blog.
Desejo que seu dia,seja iluminado pela essência Divina,com Boas Energias Sempre!
Abraços
Mari

Elcio Prado disse...

Parabéns pelo Blog, pelo humor e pelo talento. Abraços
Elcio Prado

José disse...

Olá Veloso!
Obrigado pela visita, e muitos parabéns pelos seus escritos sempre muito bem humorados, é a melhor maneira de se levar a vida.

Um grande abraço,
José.

Daniel Savio disse...

Rapa, fiquei olha o negócio da Carranca, sendo que até onde eu me lembro, elas tem a função de afastar os maus "elementos" não virar um.

E mesmo atrasado, feliz ano novo menino =P

Fique com Deus, menino Veloso.
Um abraço.

Ane Brasil disse...

Nem sei como diabos eu cheguei aqui... mas sei que gostei!!!!
Depois de conhecer a Garça e seu cão acho que tem outros bichos que merecem uma lida.
Sorte e saúde pra todos!